Contato

(21) 3269-8246

Endereço

ESTRADA DAS CAPOEIRAS, 625 CAMPO GRANDE RJ

Kyocera lançará a primeira bateria semissólida de íons de lítio do mundo

A Kyocera está colocando seu grão de areia para acelerar a revolução nos preços de armazenamento de baterias com o lançamento da bateria residencial Enerezza. O produto estará disponível nos modelos de 5, 10 e 15 kWh e os dispositivos terão uma arquitetura de bateria de íons de lítio semissólida, a primeira do mundo.

Em junho, a empresa japonesa de eletrônicos testou um processo de fabricação de baterias junto com a nova empresa americana 24M, que adoptou uma nova abordagem para a produção de baterias de íons de lítio desenvolvida pelo pesquisador do MIT Yet-Ming Chiang. Chiang fundou a 24M em 2010 para trazer a tecnologia ao mercado e, no ano passado, a Kyocera iniciou testes piloto para validar a eficiência no mundo real.

A marca japonesa anunciou agora que sua frota mais recente de dispositivos de armazenamento residencial – que entrará em produção em massa em outono – será baseada na arquitetura das células semissólidas. Alega-se que a plataforma de fabricação 24M oferece uma importante vantagem estrutural na lista de materiais e requer um capital inicial substancialmente mais baixo.

“O lançamento da Kyocera da linha de produtos de armazenamento de energia residencial Enerezza fixa um marco significativo para a 24M”, disse Naoki Ota, presidente e diretor de tecnologia da startup. “Após muitos anos de trabalho duro, nossa tecnologia está disponível comercialmente, graças ao nosso parceiro dedicado, Kyocera”.

Economia

As empresas associadas afirmam que os custos de produção do novo processo são consideravelmente mais baixos. Os custos de material das baterias SemiSolid são cerca de 40% inferiores aos da arquitetura padrão das baterias de íon de lítio e o tempo de fabricação é dois terços menor. Isso ocorre porque nos eletrodos SemiSolid o eletrólito é misturado com os materiais para formar uma pasta semelhante à argila, eliminando a necessidade de um aglutinante. Como resultado, os materiais inativos são removidos, juntamente com as etapas caras do processamento, como secagem, recuperação de solvente, calandragem e enchimento de eletrólitos.

O processo de produção também possibilita a fabricação de eletrodos quatro a cinco vezes mais espessos que o padrão da indústria e reduz a necessidade de cobre, alumínio e um separador para oferecer um preço positivo adicional e uma densidade várias vezes maior de energia com relação aos produtos rivais, acrescentou 24M. O fabricante disse, no ano passado, que esses benefícios representariam um requisito de capital que é metade do valor dos produtos convencionais de armazenamento de energia de íons de lítio. A empresa já havia afirmado ter atingido uma densidade de energia de 350 Wh / kg com sua arquitetura de células semissólidas na época.

“A Kyocera e nossos clientes se beneficiam da bateria de longa duração, segurança incomparável e abordagem de baixo custo que permite o processo de fabricação exclusivo das unidades de 24M”, disse Toshihide Koyano, vice-gerente geral do Corporate Solar Energy Group da empresa japonesa “Na Kyocera, acreditamos que a tecnologia 24M SemiSolid é o padrão emergente para a fabricação de baterias de íon de lítio. Temos o prazer de ser a primeira empresa a oferecer produtos residenciais de armazenamento de energia usando o inovador processo 24M.”

PV Magasine

MARIAN WILLUHN